Guia de Setup oficial do rFactor

    Compartilhe
    avatar
    Fabriciojoc
    Admin

    Mensagens : 104
    Data de inscrição : 22/07/2010
    Localização : Curitiba/PR

    Guia de Setup oficial do rFactor

    Mensagem  Fabriciojoc em Qui Jul 22, 2010 6:40 pm

    Bom galera segue o link do manual Guia de Setup do rFactor

    esse manual é para ver as configurações possiveis no setup.

    Link Web: http://www.rfactor.com.br/html/rFactor-setups.htm

    Abaixo algumas dicas:

    INICIANDO
    Carregue o setup default e altere apenas os itens abaixo:

    Limitador de giros: aumente para o nível máximo (Obs. isso pode sacrificar o motor dependendo de como você ira pilotar.)
    Pneus: macio nos dianteiros e médio nos traseiros
    Asa: escolha um valor que acredite ser ideal para as características da pista. Em caso de dúvida deixe o padrão.
    Altura do carro: no mínimo (a traseira tem que ser sempre um pouco maior que a frente)
    Molas: o mais macio possível (valores mínimos)

    Dê algumas voltas (no minimo 3) para "sentir" o carro.

    Para gravar:
    Understeer é quando o carro tem tendência a sair de frente numa curva.
    Oversteer é quando o carro tem tendência a sair de traseira numa curva.


    MARCHAS
    - Primeiro defina o valor ideal para a asa do carro, pois influenciará diretamente nas marchas.
    Quanto mais alto o valor da asa traseira, mais curta a relação deve ser.
    Quanto mais baixo o valor da asa traseira, mais longa a relação deve ser.

    - Faça o ajuste da 6ª marcha
    Após o ajuste das asas, faça algumas voltas e retorne aos boxes e alongue ou encurte a 6ª marcha até que suas luzes de RPM pisquem vermelho no final da reta mais veloz da pista.

    Use a guia BÁSICO para ajustar a distribuição do câmbio.
    Com o setup padrão do jogo, na maioria das vezes, deslize a setinha só um pouco para a esquerda (Aceleração) para encontrar essa posição ideal para a 6ª marcha.

    Depois acerte a 1ª marcha para que fique mais próxima da 2ª marcha, ganhando assim, mais tração na largada.
    Caso a pista não exija o uso da 1ª numa curva de baixa, a 2ª marcha será a referência.

    Por fim, acerte as demais marchas no visual mesmo, fazendo uso do gráfico de marchas para que o início do giro da próxima marcha seja sempre igual ou maior do que a marcha anterior.
    Formará uma "escadinha" até a 6ª marcha.


    MOTOR - RADIADOR
    A temperatura de trabalho ideal para o motor é entre 85Cº e 100Cº. Afim de conservar a vida util do motor é importante te-lo trabalhando nessa faixa de temperatura.
    Para isso controle a abertura do radiador.

    Radiador mais aberto (valor maior) reduzem a temperatura do motor. Com isso diminui-se a velocidade em reta e o carro sai um pouco mais de frente.
    Radiador mais fechado melhora a velocidade em reta e a pressão aerodinâmica na dianteira, mas aumenta a temperatura do motor.


    PNEUS
    Pressão e temperatura dos pneus são itens fundamentais para se acertar no setup. Serão este ajustes que trarão melhoria significativa do tempo em uma volta, quando bem definidos.

    Para verficar essas informações, após algumas voltas, pare o carro em alguma reta (sem fritar pneu ou depois de rodar).
    Dê ESC e entre em GARAGEM e SUSPENSÃO.
    No centro da tela visualize as temperaturas de cada banda dos pneus (EXTERNA - CENTRAL - INTERNA)

    Ou utilize o MOTEC para saber a temperatura em cada volta e, principalmente, da volta mais rápida. (infos mais abaixo)

    Coloque NÃO para a Simetria. Afinal, em qualquer pista algum lado sempre será mais exigido do que o outro.


    PNEUS - TEMPERATURA
    O ideal é ter o pneu trabalhando entre 100ºC e 115ºC,

    115ºC para qualificação e 110ºC para corrida (composto médio).

    Mas além disso é fundamental ter a temperatura bem distribuida entre as bandas do pneu.

    O ideal é que a temperatura central de um pneu seja sempre a média entre a temperatura externa e interna. Ela será o referencial de calibragem ideal.
    A temperatura externa deverá ser sempre a menor de todas e a interna a maior.

    Exemplo de temperatura ideal para o pneu Dianteiro Esquerdo (FL): 90 94 98

    Quanto mais diminuir a pressão, mais murcho ele ficará... aumentando assim a área de contato com o solo e, consequentemente, esquentando mais.
    Quanto mais aumentar a pressão dos pneus, mais frio ficará.


    PNEUS - PRESSÃO
    Ajuste a pressão do pneu para controlar a temperatura dos pneus. De acordo com as temperaturas das bandas do pneu:

    se o centro estiver abaixo da medida externa: Pneu vazio - Aumente sua pressão (ex: 90 87 94)
    se o centro estiver acima da medida interna: Pneu muito cheio - Diminua sua pressão (ex: 90 96 94)


    PNEUS - CAMBER
    (IMG:http://www.dee.ufcg.edu.br/~lcarlos/deda/1camber/camber2.gif)

    Usando a CAMBAGEM (Inclinação) da roda você pode tentar equilibrar as temperaturas das bandas dos pneus sem mexer na pressão (caso a temperatura do pneu já esteja ideal).

    Quanto mais negativo for a inclinação, mais o pneu vai se deitar para dentro do carro. Assim a parte interna do pneu tende a se aquecer mais e a externa esfriar.
    Quanto mais positivo for a inclinação, mais o pneu vai se deitar para fora do carro. Assim a parte interna do pneu tende a se esfriar mais e a externa aquecer.

    Nos pneus dianteiros a diferença de temperatura entre parte EXTERNA e INTERNA deve ser de 7ºC a 10ºC de diferença. Nas traseiras, essa diferença tem que ser a metade 3ºC a 5ºC.


    BARRA ANTI-ROLAGEM
    Se a cambagem já estiver ideal, porém as temperatura ainda não forem atingidas, pode-se usar as barras anti-rolagens para isso.

    Quanto mais se endurecer a barra, aumenta a diferença de temperatura entre as extremidades interna e externa do pneu.
    Amolecer a barra causará um efeito inverso.

    Créditos à Fabio Lima.

      Data/hora atual: Seg Jun 25, 2018 2:44 am